FAPERP | Projetos Sociais
Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto
20029
page,page-id-20029,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,select-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.2.3,vc_responsive

Projetos Sociais

Cuidar do próximo e atender às necessidades básicas dos indivíduos. Essas são as principais premissas da Assistência Social. E é seguindo esse caminho que a Faperp coloca em prática importantes projetos, por meio de seu departamento de Projetos Sociais. As ações do setor são pautadas pela Política Nacional de Assistência Social (PNAS), que contempla todas as necessidades da população usuária do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) – sistema público que organiza, de forma descentralizada, os serviços socioassistenciais no Brasil.

Para viabilizar o cumprimento das determinações da PNAS, a Faperp cria, de forma participativa, mecanismos de parceria com os governos municipais. Também atua ao lado de instituições que realizam trabalhos ligados à Assistência Social e que possuem parcerias com as prefeituras. Esse trabalho tem como objetivo consolidar o processo de aprimoramento do SUAS, para que os municípios possam atender, da melhor maneira possível, qualquer cidadão que necessite ter acesso aos serviços de Assistência Social.

Público atendido

Os projetos sociais desenvolvidos pela Faperp atendem toda a população usuária do SUAS, como mulheres em situação de violência, população de rua e pessoas com alguma vulnerabilidade social. Outro público beneficiado pelos projetos, por meio de capacitações e treinamentos, são os funcionários ligados às secretarias ou aos departamentos municipais de Assistência Social, técnicos e demais profissionais que trabalham em instituições que executam algum serviço ligado à área.

Como funciona

A atuação da Faperp supre uma necessidade do governo municipal, que por sua vez precisa atender às demandas e diretrizes do PNAS. Quando essa necessidade é detectada, a Fundação levanta as informações junto às secretarias e aos departamentos municipais da Assistência Social e elabora uma proposta, descrevendo o objetivo, as justificativas e a metodologia aplicados em cada ação. Também são detalhadas as necessidades administrativas, como contratação de pessoal, cronograma de atividades, investimento, documentação necessária e responsabilidades – tanto da Faperp quanto do contratante. Com a proposta aceita, o contrato é assinado e é feita a publicação no Diário Oficial.