FAPERP | Projetos científicos: pesquisa sobre o tratamento de artrite com nanopartículas
Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto
22035
post-template-default,single,single-post,postid-22035,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,select-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Projetos científicos: pesquisa sobre o tratamento de artrite com nanopartículas

Projetos científicos: pesquisa sobre o tratamento de artrite com nanopartículas

Entre os anos de 2015 e 2017, a Faperp ficou responsável por receber e administrar os recursos pagos pelo Centro de pesquisa CIUSSS North Island of Montreal para o desenvolvimento da pesquisa Biocompatibilité et Innocuité des nanoparticules polymériques in vitro et in vivo. O estudo foi realizado pelo o Prof. Dr. Márcio José Tiera, docente do departamento de Química e Ciências Ambientais da Unesp/Ibilce, campus de São José do Rio Preto. A pesquisa estudou o desenvolvimento de uma terapia alternativa para o tratamento da artrite reumatoide, baseada no bloqueio da inflamação via administração de medicamentos com nanopartículas.

A Faperp tem a ciência em seu DNA e sua atuação se volta para fomentar projetos científicos por meio do fornecimento de auxílio financeiro e assessoria administrativa e financeira a projetos de pesquisa, além da captação de recurso em órgãos de fomento e na iniciativa privada. “A Faperp proporcionou todo apoio e orientação, começando pela transferência dos recursos do exterior para o Brasil. A Fundação também foi responsável pelo pagamento e elaboração da prestação de contas. Toda e qualquer aquisição de material era realizada somente com nossa aprovação documentada via e-mail, com cópia para os envolvidos”, conta o pesquisador.

Para o Prof. Dr. Márcio José Tiera, a Faperp possui um papel importante para a comunidade acadêmica. “A Faperp tem papel fundamental na divulgação da ciência e cultura. Em particular, para a comunidade acadêmica, representa não somente um apoio na administração de recursos para a pesquisa, mas também atua diretamente na formação de jovens e educadores, desempenhando atividades de importância social e política. É um orgulho para São José do Rio Preto e toda nossa região”, finaliza.

Nenhum Comentário

Comentar este Artigo