FAPERP | Nova diretoria é empossada na Faperp
Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto
20487
post-template-default,single,single-post,postid-20487,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,select-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Nova diretoria é empossada na Faperp

Nova diretoria é empossada na Faperp

Docentes da Unesp de Rio Preto formam o time

Um novo ano se inicia e, com ele, novas páginas vêm compor a história de sucesso e realizações da Faperp. A partir de janeiro de 2015, a Fundação conta com um novo time de diretores, eleitos pelo conselho curador no final de 2014. Agora, à frente da entidade estão Luiz Carlos Baida, Marinônio Lopes Cornélio e Cláudia Bonini, todos professores da Unesp de Rio Preto.

Encerrando sua gestão como diretor-presidente, o professor Antonio José Manzato destaca que o trabalho em equipe é fundamental para a Fundação alcançar seus objetivos e, por isso, está confiante de que a nova diretoria será marcada por muitas conquistas. “O alinhamento entre a diretoria e a equipe dedicada e leal da Faperp certamente garantirá a continuidade do trabalho e, claro, seu constante aprimoramento”.

O professor Carlos Valêncio, que ocupou o cargo de diretor-administrativo, agradeceu pela oportunidade de colaborar com uma Fundação de prestígio como a Faperp. “Foi um período de muito aprendizado e bons relacionamentos”.

Já o professor Raul Aragão Martins, que deixa o cargo de diretor-científico, também afirma ter vivenciado um período de grande valor. “Colaborar para o desenvolvimento de projetos e saber que eles proporcionam resultados positivos para a sociedade é gratificante. Passo meu cargo com a sensação de dever cumprido”.

Nova diretoria

Assume o cargo de diretor-presidente da Faperp o professor Luiz Carlos Baida, do Departamento de Ciências de Computação e Estatística. O docente tem graduação em Licenciatura em Matemática pela Unesp (1975), mestrado em Estatística pela USP (1981) e doutorado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica) também pela USP (1990). “A amizade de longa data com o professor Manzato me transmitiu muita confiança e segurança para assumir esse cargo. Pretendo dar continuidade ao que já está sendo feito, afinal, em time que está ganhando não se mexe, não é?”, disse.

O cargo de diretor-administrativo será ocupado pelo professor Marinônio Lopes Cornélio. Graduado em Física pela Universidade Federal da Paraíba (1985), com mestrado em Física Aplicada pela USP (1989) e doutorado em Física Aplicada também pela USP (1994), o docente já havia desenvolvido projetos em parceria com a Faperp. “Estou muito grato com essa oportunidade porque sei que terei muito aprendizado trabalhando dentro de uma Fundação como esta”.

Cláudia Bonini é quem assume o cargo de diretor-científico da Fundação. Professora do Departamento de Biologia da Unesp de Rio Preto, possui graduação em Ciências Biológicas pela Unesp (1982 e 1983) e mestrado e doutorado em Ciências Biológicas (Genética) pela mesma universidade (1990 e 1993). Desde 2012, fazia parte do conselho curador da Fundação. “Fiquei muito feliz com o convite, pois o que mais me motiva no mundo acadêmico, desde que me formei, é trabalhar com extensão. Na Faperp, sei que terei um terreno muito fértil para isso”, afirmou.

Nenhum Comentário

Comentar este Artigo