FAPERP | Mulheres que se destacam pela promoção da paz recebem prêmio em Rio Preto
Atividade faz parte da campanha ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’
violência contra a mulher
21759
post-template-default,single,single-post,postid-21759,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,select-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Mulheres que se destacam pela promoção da paz recebem prêmio em Rio Preto

Mulheres que se destacam pela promoção da paz recebem prêmio em Rio Preto

Dez mulheres, de diferentes áreas de atuação profissional, serão premiadas na noite desta sexta (02/12), na Câmara Municipal de Rio Preto. Essa ação é parte da campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher e tem o objetivo de mostrar exemplos combate à violência na cidade. As mulheres foram escolhidas por se destacarem na promoção da paz em seu dia a dia. A iniciativa é uma proposta do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher) em parceria com a Faperp (Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto).

Clea da Cruz Lima, coordenadora do CRAM, explica que o objetivo de toda a campanha é conscientizar a população sobre a importância da denúncia das diversas formas de violência sofrida pelas mulheres. “Muitas mulheres sofrem violência e ficam caladas. Outros testemunham essa violência e se omitem. Por isso, queremos mostrar que é necessário denunciar para que essas mulheres possam receber atendimento adequado e proteção”, diz.

Os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher se encerram no dia 7 de dezembro. O evento de encerramento contará com palestras de conscientização sobre o combate à cultura do estupro, apresentações culturais e exames gratuitos para detecção de doenças sexualmente transmissíveis. O evento é aberto a toda a população e acontece na Secretaria da Mulher.

 

A campanha

Em 1991, mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres, iniciaram a campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher. O objetivo do grupo era promover o debate e denunciar as várias formas de violência sofridas pelas mulheres. A mobilização cresceu e atualmente cerca de 160 países desenvolvem essa campanha.

Em Rio Preto, a campanha é realizada há sete anos pela Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Pessoas com Deficiência, Raça e Etnia, por meio do CRAM (Centro de Referência de Atendimento à Mulher). Há três anos, a Faperp (Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto) é parceira da pasta na organização das atividades.

 

Confira as premiadas

1- Creusa Manzalli de Toledo

2- Sueli Noronha Kaiser

3- Mara Lúcia Madureira

4- Marivalda de Jesus Alves Barreiro

5- Annita Franco Cabral

6- Vera Lúcia Portilho Nicoletti

7- Débora Pires Lacerda

8- Dálice Aparecida Ceron

9- Maria José Fácio Oliveira Marques

10-Thaís Carvalho de Figueredo

 

Atividades da campanha

1º de dezembro, 14h – Diálogo sobre a cultura do estupro e apresentação de processos e dados municipais – Flávia Aline Scarano;

Local: Secretaria da Mulher

Rua Eduardo Nielsen, 420, Jardim Congonhas

 

02 de dezembro, 10h – Capacitação: diversidade sexual e identidade de gênero – Renata Galli Barbosa;

Local: Secretaria da Mulher

Rua Eduardo Nielsen, 420, Jardim Congonhas

 

02 de dezembro, 20h – Premiação 10 mulheres pela paz. CRAM e Procuradoria Especial da Mulher no Legislativo;

Local: Câmara Municipal

Rua Silva Jardim, 3357 – Centro

 

05 de dezembro, 16h – Ação de divulgação dos serviços prestados pela Secretaria da Mulher e distribuição de materiais;

Local: Terminal Rodoviário

 

06 de dezembro, 19h – Bate-papo sobre Educação e Autonomia para homens, mulheres e crianças;

Local: Núcleo da Esperança (Engenheiro Schimitt)

Av. Manoel Roberto Cassillas – Parque das Amoras II

 

07 de dezembro, 14h – encerramento com palestras, apresentações culturais e exames de DST’s;

Local: Secretaria da Mulher

Rua Eduardo Nielsen, 420, Jardim Congonhas

Nenhum Comentário

Comentar este Artigo