FAPERP | Fundação Faperp
Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto
4
archive,author,author-beatrice,author-4,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,select-theme-ver-1.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Agenda de cursos da Faperp em 2020: veja o que vem por aí!

Há mais de 20 anos a Faperp dissemina conhecimento e contribui para a formação e capacitação de profissionais. Com especialistas de diversas áreas, a Fundação é referência em promover cursos e eventos com temas relevantes para formação profissional, bem como para a sociedade. Confira os nossos novos cursos e encontros em divulgação:

 

 

Curso: “Inglês Jurídico/Legal English”

 

Inscrição

Período de inscrição: A partir de janeiro de 2020;

Investimento: R$1.220,00 à vista ou dividido em quatro parcelas mensais de R$ 305,00;

Estudantes universitários, jovens advogados inscritos na OAB a partir de 2015 e advogados idosos têm 50% de desconto.

Datas e horários

Início: 24 de março de 2020.

Término: 16 de junho de 2020.

Curso será aplicado todas às terças-feiras, das 19h às 22h.

Sobre

A 22ª Subseção da OAB de Rio Preto, por intermédio da Comissão de Ensino Jurídico, e a Faperp promovem o curso de Inglês Jurídico/Legal English, voltado para operadores do direito, professores, tradutores e estudantes universitário de direito, letras e tradução.

O curso tem como objetivo estudar cerca de 1.000 vocábulos e expressões jurídicas mais usadas na terminologia inglesa e americana, pesquisar suas equivalências linguísticas no direito brasileiro, analisar os sistemas jurídicos da Inglaterra e Estados Unidos em comparação ao jurídico brasileiro, estudar a constituição americana e os textos legais que compõem a constituição não escrita do Reino Unido e aperfeiçoar a competência em língua inglesa, capacitando o aluno aos exames de proficiência dos cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado).

Professor Responsável

Curso aplicado pelo Prof. Dr. Gentil de Faria, professor titular na Unesp de Rio Preto. Advogado formado pela Faculdade de Direito da USP, com longa experiência nas lides forenses brasileiras, inglesas e americanas. É membro da American Bar Association/ABA e especializado em Direito Constitucional Comparado.

Especialistas colaboradores

  • Alexandre Bernardes Neves (advogado em pós-graduado em Direito);
  • André Gardesani (procurador do Estado e doutorando em Direito e Literatura);
  • André Bernardes Neves (procurador da União e pós-graduado em Direito);
  • Juliana Rissi (advogada e pós-graduada em Direito).

 

Saiba mais! (clique aqui)

Faperp recebe o 5º Encontro da Rede Unesp de Fundações

Evento discutiu leis que regulam a atuação desse tipo de instituição

A Faperp recebeu, no final de outubro, o 5º Encontro da Rede Unesp de Fundações, contando com a participação de representantes de fundações que são vinculadas a unidades da Unesp. Esse é o caso da Faperp, que nasceu em 1996 por iniciativa de um grupo de professores do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce), da Unesp de São José do Rio Preto (SP), e de pessoas da sociedade civil rio-pretense.

Assim como nas quatro primeiras edições já realizadas ao longo deste ano em outras fundações que compõem a Rede Unesp de Fundações, o encontro teve o objetivo de fomentar discussões que estimulam a organização e a cooperação das fundações credenciadas ou das que estão no processo obrigatório de credenciamento.

Os assuntos discutidos tiveram como base o Marco Legal Regulatório, que regulamenta a atuação das fundações nos âmbitos público e privado.

Responsável pela abertura do evento, o diretor-presidente da Faperp, Prof. Luiz Carlos Baida, destacou a importância da Rede Unesp de Fundações e por que os encontros são importantes para as instituições que desenvolvem projetos por meio de estreita ligação com a Unesp: “Entendemos que o trabalho em sinergia das fundações ligadas à Unesp deve considerar toda complexidade das fundações no Estado de São Paulo. Há muita diversidade, o que permite o oferecimento de serviços bastante amplos e de qualidade”.

Na sequência, o representante da Assessoria Jurídica da Reitoria da Unesp, o advogado Dr. João Eduardo Lopes Queiroz, tratou do Projeto de Resolução do Marco Regulatório da Ciência, Tecnologia e Inovação, destacando a atuação das fundações com o amparo da Legislação Estadual e Federal: “Esse projeto é fundamental para as fundações atuarem respaldadas pela lei, evitando possíveis processos em meio à burocratização e extraindo um alto nível de atuação ao executar os projetos destinados a toda população”.

As demais palestras do evento deram foco na própria dinâmica da Rede Unesp de Fundações, abordando o exercício das suas funções em uma ampla cobertura territorial, tendo como base as leis e os decretos.

Próximo encontro

Seguindo o circuito de encontros, que acontecem a cada dois meses, o próximo será realizado em Araraquara (SP), no mês de dezembro. O rodízio de realização dos encontros serve para estreitar o relacionamento entre as fundações, além de ser uma forma de as fundações da Rede Unesp conhecerem a realidade de cada uma.

Semana dos professores da Faperp trouxe conteúdo para desenvolvimento de educadores

Cultura, ludicidade e reflexões sobre as competências de professores estiveram em foco em Simpósio da Faperp

Devido à “semana do saco cheio”, entre os dias 16 e 19 de outubro, a Faperp realizou um simpósio com uma série de palestras e atividades voltadas para profissionais da educação. Visando capacitar professores, coordenadores, diretores e funcionários de escolas particulares convidadas de São José do Rio Preto, foram promovidas quatro palestras que abordaram temas fundamentais para a rotina escolar dos profissionais.

De acordo com Luciana Zanin, “o objetivo da Faperp realizar o simpósio com palestras variadas e gratuitas se deu porque acredita na capacidade do professor que busca sempre evoluir. Levando em consideração o esforço de cada profissional da nossa região e a sua realidade, trouxemos um conteúdo rico que pudesse homenageá-los.”

No geral, foram quatro dias de interação para que os profissionais da educação pudessem tirar dúvidas e agregar conhecimento. A Faperp sabe o quanto custa o trabalho do professor e, portanto, promoveu a cultura, ludicidade, reflexões, enriquecimento das competências e habilidades dos especialistas, além de abrir novos caminhos para eles descobrirem que são capazes de ir além quando o assunto é educação.

Confira abaixo como foi cada palestra

 

Educação sexual na infância:

Primeira palestra do simpósio, realizada no dia 16, a Profa. Ma. Daniela Camargo contextualizou o tema no ambiente escolar e orientou professores e equipe escolar de como funciona a sexualidade na primeira infância. De forma lúdica, afetiva e educativa, mostrou como trabalhar esse eixo que está contextualizado como um importante pilar da educação.

Trazendo consciência sobre o assunto, principalmente por ser polêmico, mas também necessário. De maneira assertiva, pôde ajudar na prevenção de problemas de comportamento dentro da escola e na vida do aluno fora da sala de aula. Também foram colocados exemplos de casos sobre como abordar os pais para resolução de conflitos ou agir nessa fase de descobertas da criança.

 

O que tem além do som:

Aplicada no dia 17, a palestra contou com o trio “Além do Som”, composto por Diego Hernandez, Viviane e Israel Moro, para levar aos profissionais da educação técnicas de como incluir a música no dia a dia da rotina escolar, além da importância de entender que, com a música, é possível criar laços entre as pessoas por meio da atividade em grupo, pois a música e seus elementos musicais (som, ritmo, melodia e harmonia) beneficiam as crianças a níveis físico, emocional, social e cognitivo.

O trio, portanto, apresentou dicas práticas e conceitos técnicos aos profissionais que buscam aprimorar a criatividade, a sensibilidade e a inteligência dos seus alunos por meio desse recurso.

 

Inteligência Emocional em sala de aula:

No dia 18, a psicóloga Cristiane Gasparine falou sobre a inteligência emocional dos alunos em sala de aula e deu dicas para os profissionais da educação estimular e desenvolver essa capacidade na rotina escolar.

Tendo como base maneiras práticas e lúdicas, a psicóloga explicou que a capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos são fundamentais para o controle emocional.

Dessa forma, a palestra levou um conteúdo para o profissional entender que crianças capazes de regular suas emoções tendem a prestar mais atenção, colocar mais esforço na tarefa, ter níveis menores de estresse e também mediar conflitos.

 

Professor nota 10 – Uma relação saudável com a qualidade de vida:

Realizada no dia 19, o professor de educação física Gabriel Montá Lage abordou com os professores e equipe escolar o que tem de mais atual em assuntos e técnicas interventivas sobre a saúde preventiva na alimentação, nos hábitos diários que podem prevenir o sedentarismo, as linhas de esporte como funcional e aeróbico e o que é indicado em casos de doenças já pré-estabelecidas.

Também trouxe um conteúdo rico de como proceder para uma avaliação e saber a situação atual do rendimento de saúde para escolher e começar uma atividade no esporte ou em outro segmento que favoreça a qualidade de vida para quem trabalha na educação.

Para saber mais de iniciativas como essa, acompanhe nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

 

Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia Jockey Club oferece capacitação de profissionais e atendimentos a pacientes

Voltado para atendimentos de crianças, adolescentes, jovens e adultos com necessidades específicas, o espaço deverá atender a quatro frentes de atuação

No dia 19 de outubro, a Faperp e Adriana da Silva Ganança realizaram a inauguração do primeiro Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia Jockey Club para fins motores, cognitivos, educacionais e sociais de São José do Rio Preto. O evento contou com a presença de educadores, profissionais e autoridades da região, que puderam conhecer a infraestrutura do Centro, a metodologia e os benefícios da Equoterapia.

Adriana da Silva Ganança durante a inauguração do Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia Jockey Club

O diretor-presidente da Faperp, Prof. Dr. Luiz Carlos Baida, falou sobre a importância da inauguração de um Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia em nossa cidade: “O que será realizado aqui, impactando profissionais e praticantes, tem tudo a ver com a missão da Faperp, que é agir para desenvolver.”

Adriana da Silva Ganança, fisioterapeuta, equoterapeuta e proprietária do espaço, comentou sobre o trabalho em parceria com a Faperp e como essa conquista pode fazer a diferença na vida das pessoas:

“O Centro de Equoterapia Jockey Club é resultado da minha experiência de 24 anos como fisioterapeuta e 16 anos na área da Equoterapia. A parceria com a Faperp é muito benéfica para conseguirmos atender ainda mais praticantes, agora também pela parte cognitiva e educacional, e fornecer formação para outros profissionais que desejam percorrer na Equoterapia.”

Com a inauguração, o Centro Educacional de Formação e Atendimento em Equoterapia Jockey Club está pronto para atender todos os praticantes, cumprindo todas as exigências burocráticas estabelecidas pela lei.

Com ampla área estruturada para atendimentos de crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiências e/ou necessidades específicas, o espaço deverá atender a quatro frentes em sua grade de atuação:

– equoterapia aliada à fisioterapia;

– equoterapia aliada à educação;

– arteterapia;

– cursos de formação de profissionais que desejam se especializar na Equoterapia.

Com isso, a Fundação e o Centro oferecem uma metodologia inovadora que une educação e Equoterapia, colaborando também para o desenvolvimento cognitivo dos praticantes. Dessa forma, é oferecido um método terapêutico que inova as estratégias e as mediações no ensino e na aprendizagem, considerando o contexto multidisciplinar que envolve família, escola, técnicos especializados e praticantes.

Saiba mais sobre o Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia Jockey Club: https://conteudo.faperp.org.br/centro-equoterapia

Centro Educacional de Formação e Atendimento de Equoterapia Jockey Club

No contexto “FORMAÇÃO”, o objetivo é estimular os profissionais interessados na Equoterapia por meio de cursos, encontros e eventos com base nos atendimentos realizados a partir de trabalhos diários de pesquisas com estudos de casos, que abordem a Equoterapia de forma multiprofissional, promovemos a orientação, formação, informação e oferecendo, ao mesmo tempo, atendimento com qualidade, potencializando competências e desenvolvendo habilidades com inovação e propriedade científica comprovada.

O processo de formação busca desenvolver profissionais com perfil para atuar de maneira interdisciplinar na Equoterapia, integrando conhecimentos dentro das abordagens estratégicas na reeducação equestre, no qual o cavalo é conduzido como instrumento pedagógico. Outra linha de atuação é o pré-esportivo, quando o cavalo é promotor da realidade social e esportiva nos âmbitos da saúde na reabilitação física e motora de pessoas com deficiência física e ou mental (PDC).

No contexto educacional, o projeto atinge pessoas com necessidades educacionais específicas (PNE). Na área social, o foco é em pessoas com distúrbios evolutivos ou comportamentais, estimulando o desenvolvimento cognitivo, motor, físico, emocional, social e o que mais for encontrado em avaliação, que aponte a necessidade de mudanças e ou desenvolvimento. Favorecendo, portanto, as competências e habilidades para as atividades de vida diária e acadêmicas, tanto lúdicas quanto estruturadas no currículo de formação em sua totalidade.

Saiba mais: https://conteudo.faperp.org.br/centro-equoterapia

Serviço:
Telefone: (17) 3211-1089
E-mail: faperp@faperp.org.br
Endereço: Rua Vilibaldo Urias Gomes, 2651 – Estância Jockey Clube São José do Rio Preto – São Paulo.

Equoterapia para fins motores, cognitivos, educacionais e sociais

A Equoterapia tem como objetivo geral contribuir de forma prazerosa para a aplicação de atividades lúdicas, educacionais e exercícios de coordenação motora, agilidade, flexibilidade, ritmo, concentração, lateralidade, entre outros.

Desenvolver a sensibilidade física e psíquica, na medida em que exige a constante percepção e reação frente a diversos estímulos. Assim, resultando em maior harmonia, equilíbrio físico e psíquico, proporcionando ao indivíduo o desenvolvimento de suas potencialidades, respeitando os seus limites visando a sua integração na sociedade.
A atividade proporciona mais independência nas atividades da vida diária e, consequentemente, melhora a qualidade de vida. Isto é possível devido ao fato de a interação com o cavalo proporcionar um estímulo direto no Sistema Nervoso Central.

A inovação do Centro Educacional de Formação e atendimento de Equoterapia é o atendimento Equoterápico Multidisciplinar que abrange a Pedagogia, Fisioterapia, Psicopedagogia, Psicologia, Arteterapia, entre outros, cujo objeto é atender as demandas encaminhadas para estimulação sensorial, físico/motor, emocional, cognitivo, psicomotor, linguagem, expressão, socioemocional, social, comportamento etc.
Nesta técnica podemos trabalhar o psicológico – com a interação com o animal – estimulação da autoconfiança e autoestima, atenção, concentração, memória, criatividade e socialização do paciente. Além de promover inclusão social por meio do desenvolvimento de suas capacidades, pois a Equoterapia vai muito além da “montaria”, podendo contar com atividades de manejo em solo como banho, escovação, encilhamento, atividades em baias ou em solos irregulares entre outras.

O ritmo do cavalo auxilia o praticante em diversos aspectos como; o balanço do andar do animal estimula a circulação sanguínea, o metabolismo e melhora o sistema cardiovascular e respiratório. O cavalo é utilizado como mediador e facilitador dos estímulos e através dele se estabelece uma harmoniosa relação entre praticante e equipe. Sendo o agente promotor de ganhos a nível físico, psíquico e intelectual.

Saiba mais: https://conteudo.faperp.org.br/centro-equoterapia

 








Serviço: 

Telefone: (17) 3211-1089

E-mail: faperp@faperp.org.br

Endereço: Rua Vilibaldo Urias Gomes, 2651 – Estância Jockey Clube São José do Rio Preto – São Paulo.

Faperp celebra seus 23 anos com inauguração de nova sede

Atuação da Faperp é comemorada com presença de ex-diretores e ex-conselheiros, além de autoridades do Poder Público

Criada em 1996, a Faperp celebrou 23 anos no último dia 16. A data foi marcada pela inauguração oficial da sede própria, na qual a Faperp atua desde março de 2019. Para a ocasião, a entidade contou com a presença de figuras importantes que atuaram na história da Fundação, como diretores e conselheiros atuais e de gestões passadas, autoridades públicas, parceiros e colaboradores.

O evento contou com a participação do diretor-presidente da Faperp, Professor Doutor Luiz Carlos Baida, que destacou o incentivo da Fundação ao desenvolvimento científico, cultural, educacional e social do País. O bom desempenho da Faperp é resultado, além de parceiros e colaboradores dedicados, pelo trabalho das diretorias anteriores.

Prof. Baida agradeceu às figuras que impulsionaram a Faperp ao longo de sua história até o momento recente, com a conquista da própria sede. Os 16 diretores que já participaram da gestão da Faperp foram homenageados com a criação de uma galeria em sua sala de reunião.

A Professora Mestra Emília Maria Martins Toledo de Leme, presidente do conselho curador da Faperp, também participou da programação do evento. O conselho curador, formado por profissionais de referência em suas áreas de atuação, trabalha no acompanhamento das contas e decisões da entidade. Professora Emília dividiu a emoção que sentia: “É uma honra estar aqui no evento falando em nome da Fundação e dos meus pares do Conselho para pessoas e autoridades que foram essenciais em nossa caminhada”.

A celebração de aniversário também contou com a apresentação musical do grupo Além do Som, formado por Viviane Sgotti, Diego Hernandez e Israel Moro. O grupo tem como objetivo capacitar o profissional de educação a ser mais criativo e espontâneo, utilizando a música como sua principal ferramenta. O trio fez uma surpresa para a Faperp presenteando com a música “Isso é Faperp”, que traduz muito bem toda a nossa essência.

 

 

Antes do encerramento do evento, seguido pelo coquetel de confraternização, os participantes assistiram à palestra “O papel das Fundações no mundo contemporâneo”, ministrada pelo Promotor de Justiça e Curador de Fundações, Dr. Sergio Clementino.

O especialista, que foi um curador atuante e presente ao longo da história da Faperp, comentou sobre a função social de tais entidades. “A Fundação é criada para uma finalidade normalmente nobre, como cultura, pesquisa, educação e filantropia”.

Dr. Sergio Clementino também destacou que, devido ao crescimento populacional e a dificuldade do Estado em prover acesso a oportunidades para a população, as Fundações se tornam cada vez mais essenciais para o desenvolvimento do País, promovendo projetos que atinjam diferentes públicos.

A Faperp segue sua atuação com vários projetos em andamento. Com sede que possui um auditório, disponível para uso para eventos corporativos e acadêmicos, tem realizado cursos e encontros de capacitação (você pode ver a agenda de cursos aqui). Além disso, desenvolve consultorias e palestras voltadas para saúde e educação .

 

Curso de Mandarim abre turmas para 2º semestre de 2019

Inscrições vão até o dia 6 de agosto para a comunidade externa e até o dia 9 para a comunidade interna do Ibilce/Unesp

Estão abertas as turmas do 2º semestre de 2019 do Curso de Mandarim realizado pelo Ibilce/Unesp e Instituto Confúcio – em parceria com a Faperp. As inscrições vão até o dia 6 de agosto para a comunidade externa e até o dia 9 para a comunidade interna da universidade. Serão oferecidos módulos nos níveis básicos 1 e 2 e intermediários, também nos níveis 1 e 2, ambos com carga horária de 50h.

Read More